Hoje, 11 de maio, é o 112º aniversário de Salvador Dali (1904- 1989). Uma das maiores personalidades artísticas e do surrealismo que passaram por este mundo.

Em homenagem a este nobre fidalgo da arte e dos bigodes chamativos – como sua expressão artística, listarei algumas curiosidades excêntricas sobre o pintor.

1 – Seu bigode mustache é inspirado no artista espanhol Diego Velázquez (1599-1660).

Retrato do pintor Diego Velasquez | Salvador Dalí

Dalí era um profundo admirador de pessoas com mustaches; principalmente as famosas. Uma das suas inspirações artísticas foi Diego Velázquez, um dos principais artistas da realeza espanhola, exercendo influencias em Dalí, Picasso e Francis Bacon.

Dalí costumava decorar uma de suas casas com coleções de arte de pessoas com mustaches. Diego Velázques era uma delas. No estúdio, ele exibia o famoso quadro Las Meninas”:

Quadro "Las Meninas", do pintor espanhol Diego Velazquez. | Salvador Dalí

 

2 – Ele ilustrou em 100 obras de arte o épico e clássico “A Divina Comédia” de Dante Alighieri

Em 1957, o governo da Itália pediu para que Dali criasse gravuras da Divina Comédia, em homenagem ao aniversário de 700 anos de Dante. Embora Dalí tenha terminado o projeto por ele mesmo em 1964, o governo italiano havia o abandonado após pressão popular. O pessoal se revoltou com um espanhol homenageando um dos símbolos máximos da literatura italiana.

Salvador Dalí, Divina Comédia 1

Salvador Dalí, Divina Comédia 2

3 – Teve um irmão que também se chamava Salvador

Os irmãos Dalí não apenas herdaram os sobrenomes, como também o primeiro nome. O pai se chamava Salvador Dalí i Cusí. Seu irmão morreu vítima de gastroenterite, 9 meses antes de Dalí nascer em 1904.

Em 1963, Dali homenageou seu irmão, na obra “Retrato do meu irmão morto”:

Salvador Dalí, retrato do irmão morto 1

4 – Devido ao sucesso e dinheiro, o apelidaram de Avida Dollars (Anagrama de Salvador Dalí)

Foto preto e branca de Salvador Dali, com notas de dólares espetadas em seu mustache.

André Breton, pai do surrealismo, era um crítico ferrenho das obras de Salvador Dalí. Querendo evidenciar o que via em Dalí – ganância e egocentricidade -, Berton o apelidou de “Avida Dollars”.

Apesar de criticar Salvador Dalí, Breton era anarquista e membro do French Communist Party (Partido Comunista Francês). Os desentendimentos, acredita-se, se davam pelas diferenças políticas entre os dois.

Dalí imigrara aos Estados Unidos em 1939 e, com o sucesso da carreira, fazia obras para grandes empresas.

5 – Criou a sequência dos sonhos do filme Spellbound, de Alfred Hitchock

O filme Spellbound (Quando fala o Coração), um clássico de Alfred Hitchock, teve uma cena produzida por Salvador Dalí.

6 – Trabalhou com Walt Disney em um curta metragem chamado “Destino”

Em 1945, Walt Disney se aproximara de Salvador Dalí para teorizarem um filme, combinando as habilidades de animação que possuía junto ao surrealismo de Dalí.

projeto encontrava-se arquivado até 2003, sendo colocado em prática pelo sobrinho de Disney, Roy.

 

7 – Ele não pagava suas secretárias. Mas elas ficaram milionárias.

Dalí não pagava salários para as secretárias. Ele dava comissões sobre as obras que vendia, sendo um dos artistas que mais fez fortuna vivo. As secretárias se tornaram milionárias com as comissões.


Seja patrono do AZ para mais artigos como este.
CLIQUE AQUI e escolha sua recompensa.


Newsletter AZ | sabedoria budista


Você pode querer ler também:

A arte de Gregory Crewdson
Ecce Homo – A arte de Evelyn Bencicova

Jean F.
Entusiasta de empreendedorismo, marketing digital/SEO/fitness sem bullshit/cultura pop, viagens, arte e filosofia. Se deixar, a lista de coisas ficará mais longa que o sobrenome do Dom Pedro I.
COMPARTILHAR