Nasīr al-Dīn Tūsī | A primeira Teoria da Evolução é 600 anos mais velha que Darwin

A primeira Teoria da Evolução é 600 anos mais velha que Darwin

Em Ciência por Equipe Ano ZeroComentários

Nasīr al-Dīn Tūsī foi um polí­mata persa e pro­lí­fico escri­tor: um arqui­teto, astrô­nomo, bió­logo, quí­mico, mate­má­tico, filó­sofo, médico, físico, cien­tista e teó­logo. Ele era dos isma­e­li­tas e pos­te­ri­or­mente tor­nou-se um druso duo­de­ci­mano, de crença islâ­mica. O estu­di­oso muçul­mano Ibn Khal­dun (1332–1406) con­si­de­rou Tusi como sendo o maior dos eru­di­tos per­sas.

nasir-al-din-tusi-perfil | A primeira Teoria da Evolução é 600 anos mais velha que Darwin

Nasīr al-Dīn Tūsī. Wikipedia/Domínio Público

Tusi tem cerca de 150 obras, das quais 25 são em persa e o res­tante está em árabe, e há um tra­tado em persa, árabe e turco.

Durante sua estada em Nisha­pur, Tusi esta­be­le­ceu uma repu­ta­ção de estu­dante excep­ci­o­nal. Escri­tos de prosa de Tusi repre­sen­tam uma das mai­o­res cole­ções de um único autor islâ­mico.

Escre­vendo tanto em árabe quanto persa, Nasir al-Din Tusi lidou com ambos os temas reli­gi­o­sos (“islâ­mi­cos”) e temas não-reli­gi­o­sos ou secu­la­res (“as ciên­cias anti­gas”). Seus tra­ba­lhos incluem as ver­sões ára­bes defi­ni­ti­vas das obras de Eucli­des, Arqui­me­des, Pto­lo­meu, Autó­lico e Teo­dó­sio da Bití­nia.

um-tratado-sobre-o-astrolabio-tusi | A primeira Teoria da Evolução é 600 anos mais velha que Darwin

Um Tra­tado sobre o astro­lá­bio por Tusi, Isfahan 1505. Fonte: Dani­e­li­ness

Em seu Akh­laq-i-Nasri, Tusi apre­sen­tou uma teo­ria básica da evo­lu­ção das espé­cies quase 600 anos antes do nas­ci­mento de Char­les Darwin.

Ele começa sua teo­ria da evo­lu­ção com o uni­verso, uma vez que con­siste de ele­men­tos iguais e seme­lhan­tes. De acordo com Tusi, con­tra­di­ções inter­nas come­ça­ram a apa­re­cer, e como resul­tado algu­mas subs­tân­cias come­ça­ram a se desen­vol­ver mais rapi­da­mente e de forma dife­rente de outras subs­tân­cias.

Ele então explica como os ele­men­tos evo­luí­ram para mine­rais, e então plan­tas, depois ani­mais e por fim seres huma­nos. Tusi passa então a expli­car como a vari­a­bi­li­dade here­di­tá­ria foi um fator impor­tante para a evo­lu­ção bio­ló­gica dos seres vivos:

os orga­nis­mos que podem ganhar novos recur­sos mais rápido são mais variá­veis. Como resul­tado, eles ganham van­ta­gens sobre outras cri­a­tu­ras. […] Os cor­pos estão mudando como resul­tado das inte­ra­ções inter­nas e exter­nas.”

O Observatório Astronômico de Nasir al-Din Tusi. | A primeira Teoria da Evolução é 600 anos mais velha que Darwin

O Obser­va­tó­rio Astronô­mico de Nasir al-Din Tusi. Wiki­pé­dia

Tusi dis­cute como os orga­nis­mos são capa­zes de se adap­tar a seus ambi­en­tes:

Olhe para o mundo dos ani­mais e pás­sa­ros. Eles têm tudo que é neces­sá­rio para a vida diá­ria, a pro­te­ção e a defesa, incluindo for­ças, cora­gem e fer­ra­men­tas ade­qua­das [órgãos] […] Alguns des­tes órgãos são armas reais. […] Por exem­plo, lança-chi­fres, den­tes e gar­ras-faca e agu­lha, pés e cas­cos-bas­tão. Os espi­nhos e agu­lhas de alguns ani­mais são seme­lhan­tes a fle­chas. […] Ani­mais que não têm outros meios de defesa (como a gazela e a raposa) pro­te­ge­ram-se com a ajuda de voo e astú­cia. […] Alguns deles, por exem­plo, abe­lhas, for­mi­gas e algu­mas espé­cies de aves, uni­ram-se em comu­ni­da­des a fim de se pro­te­ger e aju­dar uns aos outros.”

Selo iraniano para o 700º aniversário de sua morte. | A primeira Teoria da Evolução é 600 anos mais velha que Darwin

Selo ira­ni­ano para o 700º ani­ver­sá­rio de sua morte. Domí­nio público/Wikipédia

Tusi reco­nhe­ceu três tipos de seres vivos: plan­tas, ani­mais e seres huma­nos. Ele escre­veu:

os ani­mais são mais ele­va­dos do que as plan­tas, por­que eles são capa­zes de mover-se cons­ci­en­te­mente, ir atrás de comida, encon­trar e comer coi­sas úteis. […] Há mui­tas dife­ren­ças entre as espé­cies ani­mais e vege­tais, […] Em pri­meiro lugar, o reino ani­mal é mais com­pli­cado. Além disso, a razão é o recurso mais bené­fico em ani­mais. Devido à razão, eles podem apren­der coi­sas novas e ado­tar novas habi­li­da­des não-ine­ren­tes. Por exem­plo, o cavalo trei­nado ou Fal­cão de caça está em um ponto mais alto de desen­vol­vi­mento no mundo ani­mal. Os pri­mei­ros pas­sos da per­fei­ção humana come­çam aqui.”

Um selo emitido na República do Azerbaijão em honra a Tusi, em 2009. | A primeira Teoria da Evolução é 600 anos mais velha que Darwin

Um selo emi­tido na Repú­blica do Azer­bai­jão em honra a Tusi, em 2009. Wiki­pé­dia

Tusi, em seguida, explica como os seres huma­nos evo­luí­ram de ani­mais avan­ça­dos:

tais seres huma­nos [pro­va­vel­mente maca­cos antro­poi­des] vivem no Sudão oci­den­tal e outros can­tos dis­tan­tes do mundo. Eles estão perto de ani­mais por seus hábi­tos, ações e com­por­ta­mento. […] O ser humano tem carac­te­rís­ti­cas que o dis­tin­guem de outras cri­a­tu­ras, mas ele tem outras carac­te­rís­ti­cas que o unem ao mundo ani­mal, ao reino vege­tal ou mesmo com os cor­pos ina­ni­ma­dos. […] Antes [da cri­a­ção dos seres huma­nos], todas as dife­ren­ças entre os orga­nis­mos foram de ori­gem natu­ral. O pró­ximo passo será asso­ci­ado à per­fei­ção espi­ri­tual, à von­tade, à obser­va­ção e conhe­ci­mento. […] Todos esses fatos pro­vam que o ser humano é colo­cado no meio degrau da escada evo­lu­tiva. De acordo com sua natu­reza ine­rente, o ser humano está rela­ci­o­nado com os seres infe­ri­o­res, e só com a ajuda deles é que atin­girá o nível mais ele­vado de desen­vol­vi­mento.”


Você pode que­rer ler tam­bém:

Muito além da cueca por cima da calça: sobre capas, pavões e Darwin
Como a ciên­cia evo­lu­tiva pode nos fazer moral­mente melho­res

Equipe Ano Zero
Perfil para publicação de artigos esporádicos e com temas diversos. Esteja por dentro das atualizações do portal Ano Zero, siga-nos nas nossas redes sociais e assine a nossa newsletter para receber nossos e-mails feitos com todo carinho e cuidado.

Compartilhe