pais-e-filhas

25 coisas que os pais deveriam fazer por suas filhas

Em Comportamento, Consciência por Mandy VelezComentário

[Tra­du­ção do texto ori­gi­nal do site A Plus, com auto­ri­za­ção da autora]


Não sou um pai e jamais serei. Mas sou uma filha, e tenho dois pais: um bio­ló­gico, e o outro pelo segundo casa­mento da minha mãe.

Durante meus cur­tos 23 anos na Terra, aprendi que o laço entre pai e filha é algo espe­cial. Tão espe­cial que o com­por­ta­mento e o amor de um pai são capa­zes de mol­dar quem sua filha se tor­nará no futuro.

Ins­pi­rada na res­posta da escri­tora Roxane Gay a um par de pai e filha ansi­o­sos, com­pi­lei uma lista de coi­sas que acre­dito que todo pai deve­ria saber para garan­tir que a sua influên­cia sobre sua filha seja do melhor tipo pos­sí­vel, a par­tir da minha expe­ri­ên­cia pes­soal e dos tes­te­mu­nhos de mui­tas outras filhas.

Como alguém que está na ponta final da rela­ção pai-filha, posso reve­lar os segre­dos das filhas que os pais de meni­nas recém nas­ci­das anseiam por saber. E pro­meto que não é nada tão assus­ta­dor quanto você supõe.

1. Saiba que desde o pri­meiro dia ela será a sua pequena menina, mas você pre­ci­sará dedi­car muito esforço para que isso con­ti­nue assim.

  1. Não pre­suma quais serão os inte­res­ses dela só por ser uma garota, e nem tente influ­en­ciá-los por ser uma garota. Não aponte sim­ples­mente para flo­res e bone­cas. Mos­tre-a car­ros e Legos tam­bém.
  2. Deixe que ela lhe ajude em casa ou com o seu tra­ba­lho. Ela cres­cerá e se tor­nará uma mulher que se sen­tirá con­fi­ante em ambi­en­tes de tra­ba­lho, não importa qual seja o seu emprego.
  3. Trate a mãe dela como uma igual, não como uma infe­rior, e sua filha um dia vai espe­rar o mesmo dos outros homens.
  4. Mos­tre a ela o seu lado sen­sí­vel. Ela per­ce­berá que ser sen­sí­vel não é um sinal de fra­queza.
  5. Crie pia­das, brin­ca­dei­ras ou jogui­nhos que per­ten­çam ape­nas a vocês dois. Acre­dite, ela lem­brará deles para sem­pre.

7. Enco­raje-a a fazer coi­sas que a dei­xam com medo, pois ela sabe que você sem­pre estará lá para apoiá-la.

  1. Faça pro­mes­sas à sua filha e as cum­pra. O cora­ção dela só deve ser que­brado por pes­soas que não sabem o quão espe­cial ela é.
  2. Ensine a ela as habi­li­da­des que você conhece bem.
  3. Peça a ela que lhe mos­tre as habi­li­da­des que ela conhece bem e você não.
  4. Tente enten­der os inte­res­ses dela mesmo se você tiver difi­cul­da­des. Você vai ensi­nar a ela que não importa quais sejam os seus talen­tos (balé, arte ou bri­gar com os garo­tos), eles são impor­tan­tes para você tam­bém.
  5. Isso é espe­ci­al­mente impor­tante se os inte­res­ses dela forem mais “de meni­ni­nha”: mos­tre-a que os inte­res­ses dela são impor­tan­tes para você, não importa quais sejam.

13. Se você não diria algo para um filho, então não diga para sua filha.

  1. Quando ela pro­cu­rar você com um pro­blema, não a afaste dizendo para con­ver­sar com sua mãe. Escute-a. E ela irá retor­nar.
  2. Não comente as mudan­ças no corpo dela, ou seu inte­resse na sexu­a­li­dade, com ar de repro­va­ção. Assim você ape­nas a ensi­nará que ela deve­ria sen­tir ver­go­nha des­sas coi­sas.
  3. Não fale sobre o corpo de outras mulhe­res de uma forma obje­ti­fi­ca­dora ou des­me­re­ce­dora na frente dela. Ela estará ouvindo, e depois vai ana­li­sar o seu pró­prio corpo.
  4. Fale sobre mulhe­res for­tes na frente dela, não ape­nas sobre homens for­tes, e ela dese­jará ser como elas, e saberá que tem uma chance de que isso ocorra.
  5. Resolva ques­tões com sua mulher na frente de sua filha. Ela verá que as mulhe­res mere­cem ter uma voz e vai pro­cu­rar por alguém que seja capaz de apre­ciar a opi­nião dela.

19. Não brin­que sobre ter uma arma para quando os namo­ra­di­nhos vie­rem na sua casa. Assim você ape­nas dirá a ela que não con­fia no seu jul­ga­mento.

  1. Lute con­tra injus­ti­ças e a favor de quem esti­ver sendo injus­ti­çado. Você mos­trará com­pai­xão e que não há nada de infe­rior ou des­me­re­ce­dor em fazer o que é certo.
  2. Se você dá o exem­plo de como um homem deve ser, não vai pre­ci­sar se pre­o­cu­par em afas­tar os caras erra­dos para longe de sua filha. Ela vai pro­cu­rar alguém melhor que eles.
  3. Se ela se envol­ver com um cana­lha, deixe claro a ela que você estará lá para a con­so­lar se ele que­brar seu cora­ção. Pois é muito pro­vá­vel que ele faça isso. Mos­tre-se aberto e dis­po­ní­vel para aco­lhê-la, e ela não vai retor­nar a ele.
  4. Diga a ela que a única pes­soa que decide o que fazer com o seu corpo é ela mesma.
  5. Elo­gie a ela, e à mãe dela, com frequên­cia.
  6. Diga que a ama. Mande men­sa­gens sobre o resul­tado do jogo. Deixe-a saber que não importa o que acon­teça, você sem­pre estará lá.


Foto da maté­ria cor­te­sia de Stacy Allen & Meg McClung, www.mountainsidephotoco.com.

Compartilhe