zonastoque-zottis-capa

O Mapa do Toque: Cientistas mapeiam a aceitabilidade do toque humano

Em Ciência por Rodrigo ZottisComentário

Cien­tis­tas da Uni­ver­si­dade de Oxford e da Aalto, na Fin­lân­dia, rea­li­za­ram uma pes­quisa e suge­rem que você se abs­te­nha de abra­çar alguém que mal conhece. Mas qual seria o gesto de cum­pri­mento? É sim­ples: um aperto de mão habi­tual será mais do que sufi­ci­ente. As áreas ama­re­las e bran­cas do grá­fico indi­cam as áreas que não cau­sam des­con­forto se forem toca­das. As áreas em ver­me­lho e preto, ao con­trá­rio, cor­res­pon­dem a locais inde­se­já­veis ao toque. As linhas azuis (que na mai­o­ria dos casos deno­tam as áreas da viri­lha e das náde­gas) indi­cam as zonas tabu, que cate­go­ri­ca­mente não são reco­men­da­das ao toque.

zonasdetoque

Um fator impor­tante no tato é o sexo da pes­soa que toca. Tanto homens como mulhe­res se sen­tem melhor se forem toca­dos por uma mulher. Isso é espe­ci­al­mente válido para os homens. O grá­fico mos­tra que eles têm menos bar­rei­ras para o toque de uma mulher, enquanto pos­suem muito mais áreas res­tri­tas ao toque mas­cu­lino, mesmo que seja um parente. 

Rodrigo Zottis
Rapaz que só faz o que faz pois espera que um dia seu legado possa ser completamente auto-explicativo.

Compartilhe