Leonardo Da Vinci

Baixe os desenhos anatômicos de da Vinci

Em Ciência por Rodrigo ZottisComentários

Dese­nhos anatô­mi­cos são fas­ci­nan­tes, pois ocu­pam um espaço entre a arte e a obser­va­ção cien­tí­fica — este é o caso dos dese­nhos anatô­mi­cos de Leo­nardo Da Vinci.

O período em que repre­sen­ta­ções da figura humana come­ça­ram a ser ana­to­mi­ca­mente mais acu­ra­das foi entre 1500 a 1510, momento em que as fron­tei­ras entre a for­ma­ção artís­tica e inves­ti­ga­ção cien­tí­fica se cru­za­ram. De acordo o Metro­po­li­tan Museum of Art, as “inves­ti­ga­ções anatô­mi­cas dos artis­tas supe­ra­ram muito do conhe­ci­mento da ana­to­mia que era ensi­nado nas uni­ver­si­da­des”.

Leonardo Da Vinci desenhos anatômicos

Esbo­ços anatô­mi­cos de Leo­nardo da Vinci, supos­ta­mente entre 1510–1511.

Artis­tas como Miche­lan­gelo Buo­nar­roti e Leo­nardo da Vinci, assim como figu­ras menos conhe­ci­das como Anto­nio Pol­laiu­olo e Bac­cio Ban­di­nelli dedi­ca­ram-se a “dis­sec­ções anatô­mi­cas deta­lha­das em mui­tos momen­tos de suas lon­gas car­rei­ras”, pro­du­zindo cen­te­nas de esbo­ços e estu­dos que ser­viam como base para a pre­pa­ra­ção de pin­tu­ras e escul­tu­ras.

A mai­o­ria dos artis­tas do Renas­ci­mento tor­na­ram-se ana­to­mis­tas por neces­si­dade, pois ten­ta­vam aper­fei­çoar a retra­ta­ção humana de forma mais rea­lista, levando neces­sa­ri­a­mente ao estudo da ana­to­mia. Os estu­dos de Leo­nardo da Vinci, no entanto, tinham inte­resse espe­ci­fi­ca­mente cien­tí­fico, seme­lhante às suas inves­ti­ga­ções sobre a física do vôo, armas de balís­ti­cas, arqui­te­tura e outras ati­vi­da­des.

Leonardo Da Vinci desenhos anatômicos

Ana­to­mia do pé de um urso, data des­co­nhe­cida, pro­va­vel­mente entre 1502–1508.

Mui­tos dos dese­nhos anatô­mi­cos de Leo­nardo con­têm notas deta­lha­das de suas obser­va­ções. Ele redi­giu essas notas usando sua téc­nica pró­pria de escre­ver da direita para a esquerda (a “escrita em espe­lho”), que ele havia desen­vol­vido para seus cader­nos par­ti­cu­la­res.

E agora pode­mos apre­ciar diver­sos dese­nhos anatô­mi­cos de Leo­nardo, tanto de figu­ras huma­nas como de ani­mais em um só lugar, gra­ças ao Palá­cio de Buc­kingham Col­lec­tion Trust que digi­ta­li­zou sua con­si­de­rá­vel cole­ção. Leo­nardo não só estu­dou estru­tura anatô­mica, mas tam­bém rea­li­zou dis­sec­ções a fim de com­pre­en­der a fisi­o­lo­gia humana. Ao longo de seus estu­dos, ele se apro­xi­mou de uma com­pre­en­são cien­tí­fica do fun­ci­o­na­mento do corpo humano, vendo-o como se fosse uma máquina orgâ­nica, com uma orde­na­ção raci­o­nal de suas par­tes, que o colo­cava em posi­ção de des­ta­que no mundo natu­ral.

Leonardo Da Vinci desenhos anatômicos

Barra de ini­ciar do Ana­tomy Da Vinci App

Além dos mui­tos esbo­ços, estu­dos e ilus­tra­ções deta­lha­das, no arquivo online da cole­ção da Royal Trust, os pro­pri­e­tá­rios de iPad tam­bém podem pes­qui­sar e visu­a­li­zar a cole­ção em seus dis­po­si­ti­vos com o apli­ca­tivo Leo­nardo da Vinci Ana­tomy (ima­gem acima). Todas as 268 pági­nas de cader­nos de Leo­nardo são apre­sen­ta­dos no apli­ca­tivo com a maior reso­lu­ção, oti­mi­zado para a tela do iPad. O app inclui recur­sos úteis, como tra­du­ções para o inglês das notas, bem como ensaios e entre­vis­tas com espe­ci­a­lis­tas dis­cu­tindo a impor­tân­cia das des­co­ber­tas de Leo­nardo.

Leonardo Da Vinci desenhos anatômicos

Cabeça de Judas” esboço no giz ver­me­lho, por Da Vinci (c. 1495)

Pos­suindo ou não um iPad, você pode se bene­fi­ciar imen­sa­mente dessa cole­ção, pois a ver­são on-line per­mite o down­load de ima­gens em alta reso­lu­ção. Você pode ampliar cada dese­nho para exa­mi­nar deta­lhes, como as linhas finas e som­bre­a­mento sutil que mar­cam cada uma das ilus­tra­ções de um artista talen­toso e dotado de uma curi­o­si­dade cien­tí­fica extra­or­di­ná­ria.


Seja patrono do AZ para mais arti­gos como este.
CLIQUE AQUI e esco­lha sua recom­pensa.


Newsletter AZ | sabedoria budista


Você leu sobre a arte de Leonardo Da Vinci. Você pode querer ler também:

A arte de Gre­gory Crewd­son
Escute a música mais antiga do mundo

Rodrigo Zottis
Rapaz que só faz o que faz pois espera que um dia seu legado possa ser completamente auto-explicativo.

Compartilhe