Todas aquelas horas que você passa no Facebook podem parecer de graça. Mas você está, essencialmente, pagando com a sua informação pessoal.

Isso é porque seus dados são praticamente de grande valor aos anunciantes. Quando se trata de encontrar um mercado e ajustar um produto ao mesmo, as informações pessoais que colocamos no Facebook são uma mina de ouro.

Por um preço, o Facebook usa essas informações para ajudar comerciantes a mirarem seus anúncios a grupos específicos de pessoas que possam estar interessadas.

Infelizmente, muitas pessoas não percebem isso, já que é algo tão profundamente escondido no site do Facebook.

ProPublica, uma agência de jornalismo, criou uma extensão para Google Chrome que permite que os usuários vejam quanta informação o Facebook têm sobre eles.

Essa iniciativa é parte de uma série em curso que pretende dar um vislumbre aos usuários sobre as pesquisas de dados e algoritmos que entendem, otimizam e rentabilizam a sua informação.

A extensão permite que você avalie esses dados e envie um feedback à ProPublica sobre o quão “assustador” você sente que seja o Facebook te conhecer tanto.

Mas não tenha medo, eles já disseram que não recolhem quaisquer “detalhes identificadores” sobre você, e nenhuma informação será compartilhada com terceiros.

Você pode baixá-la gratuitamente na Chrome Web Store. Como alternativa, você pode ver o que o Facebook sabe sobre você mesmo, acessando fb.com/ads/preferences.

Encontrando suas preferências de anúncios, você pode ver quais temas e ideias o Facebook acredita que você gosta e, portanto, a quais anúncios você está suscetível a ver num futuro próximo.

Dependendo do tipo de pessoas com quem você interage, funções ou páginas, os algoritmos são capazes de trabalhar em cima dos tipos de coisas que você curte, tais como o seu gosto musical, se você é um fã de esportes e assim por diante.

Dados sobre outras aplicações parceiras, como o Instagram e o WhatsApp, também são ligados a dados de pesquisas do Facebook.

No mês passado, a New York Times relatou que o Facebook sabe de você até em termos de inclinação política.

Se você está nos EUA, você pode encontrar essas informações pelo guia “Lifestyle and Culture”, sob o cabeçalho “Interests”. Encontre a caixa chamada “US Politics”, e então você será descrito como liberal (esquerdista/progressista), moderado ou conservador.

Acompanhe a ProPublica para obter informações sobre sua série acerca de segurança de dados e transparência.


Você pode querer ler também:

Pontos coloridos provam que as redes sociais estão destruindo a internet
5 extensões para Google Chrome que vão melhorar sua vida

escrito por:

Equipe Ano Zero

Perfil para publicação de artigos esporádicos e com temas diversos. Esteja por dentro das atualizações do portal Ano Zero, siga-nos nas nossas redes sociais e assine a nossa newsletter para receber nossos e-mails feitos com todo carinho e cuidado.