Pela primeira vez desde as navegações Vikings, o público islandês está adorando deuses nórdicos clássicos como Odin, Thor e Frigg, em um templo público construído em sua honra.

“A adoração de Odin, Thor, Freya e os outros deuses do antigo panteão nórdico tornou-se uma religião oficialmente reconhecida exatamente 973 anos após a conversão oficial da Islândia para o cristianismo.”

Uma associação islandesa chamada Ásatrúarfélagið, que promove a fé nos deuses nórdicos e é chefiada pelo sumo sacerdote Hilmar Orn Hilmarsson, levantou fundos suficientes e recebeu permissão do governo para construir o primeiro templo em 1.000 anos.

Os observadores se perguntam como o surgimento de tradições neo-pagãs afetará a recepção do cristianismo.

O professor Luke Timothy Johnson, da Universidade de Emory, diz que os primeiros cristãos frequentemente mal interpretavam deuses virtuosos como demônios:

“A missão cristã sempre se posicionou como uma operação de resgate, entendendo que as pessoas estavam em situação desesperadora e que estavam de fato sob a influência de demônios.

É impossível ler as reflexões de Marco Aurélio e não reconhecer um modo profundo de expressão religiosa. É impossível não reconhecer que [o paganismo] é a coisa mais distante possível do demoníaco.

Na verdade, é uma forma de expressão religiosa, da qual podemos aprender muito e, no mínimo, precisamos respeitar. “

O sumo sacerdote da Associação Asatru Hilmarsson conduz uma procissão em Pingblot. Foto: Reuters
O sumo sacerdote da Associação Asatru Hilmarsson conduz uma procissão em Pingblot. Foto: Reuters

O templo nórdico da Islândia vai acolher cerimônias oficiais como casamentos e funerais, e será escavado 13 pés para baixo em uma colina que domina a capital da Islândia, Reykjavik.

Hilmarsson disse que o propósito de sua organização não é disputar com quaisquer tradições cristãs, mas simplesmente refletir a história espiritual complexa da Islândia.

Nas palavras de Hilmarsson:

“Eu não acredito que alguém acredite em um homem de um olho só que está montado sobre um cavalo, com oito pés. Nós vemos as histórias como metáforas poéticas e uma manifestação das forças da natureza e psicologia humana.”

A associação Ásatrúarfélagið triplicou na Islândia de 2.400 membros de uma população total para 330.000.


Conheça o Patreon do AZ e nos ajude a criar mais artigos como este.
CLIQUE AQUI e escolha sua recompensa.


Newsletter AZ | sabedoria budista


Você pode querer ler também:

Descobertas provam que Vikings chegaram antes de Colombo
Por que as sociedades praticavam sacrifício humano?

  • Andrya Menezes

    Eu, já sabia rs.”:-)..

  • Eu entendo as metáforas religiosas para uma espécie de fenomenologia humana. Isso tá beleza.

    Mas eu não entendo muito bem a necessidade de se criar artificialmente crenças, divindades, só pra falar de psicologia humana.

    Se o propósito é esse por que não chamar logo a coisa de estudo literário, psicológico ou algo do tipo?

  • Fábio Peres

    Começa como pseudo-culto, depois se torna religião de fato.